Âmbar

textura-ambar-2_2817529

O âmbar é um mineralóide de origem orgânica, heterogêneo na composição, que consiste de diversos corpos resinosos mais ou menos solúveis no álcool, éter e clorofórmio, associado com uma substância insolúvel betuminosa, derivado de resinas de árvores coníferas e plantas leguminosas que, enterradas durante milhões de anos, sofreram um processo de polimerização (Uma das formas de fossilização). É encontrado na forma de nódulos irregulares de coloração amarelo-parda, às vezes turva devido à inclusão de minúsculas bolhas de ar. Sua composição média é C10H16O. Aquecido pouco abaixo 300 °C, sofre uma decomposição que gera o “óleo do âmbar” deixando um resíduo marrom escuro ou negro chamado “amber colophony”, ou “amber pitch”. Quando dissolvido em óleo “turpentina” ou em óleo de linhaça, forma-se o verniz de âmbar ou laquê de âmbar.

Veja as peças que temos com esta pedra:

Ver Jóias

Ametista Roxa

Ametista

A ametista é uma variedade violeta ou púrpura do quartzo, muito usada como ornamento. Diz-se que a origem de seu nome é do grego a, “não” e methuskein, “intoxicar”, de acordo com a antiga crença de que esta pedra protegia seu dono da embriaguez. Entretanto, de acordo com o Rev. C. W. King, a palavra provavelmente é uma corruptela de um nome oriental da pedra. A ametista foi usada como pedra preciosa pelos antigos egípcios e era amplamente empregue na antiguidade por entalhadores. Contas de ametista foram encontradas em túmulos anglo-saxônicos na Inglaterra. É a pedra oficial do curso de Letras, normalmente utilizada em anéis de formatura, simbolizando o esclarecimento.

Ver Jóias

Calcedónia

calcedonio blu

Calcedônia (português brasileiro) ou Calcedónia (português europeu) é uma das variedades criptocristalinas do mineral quartzo, tendo um brilho graxo. Pode ser semitransparente ou translúcida e é geralmente branca a cinzenta, cinzento-azulada ou em alguma tonalidade de marrom, às vezes quase preta.

Outras tonalidades recebem nomes específicos. A calcedónia vermelha é conhecida como cornalina ou sárdio; a variedade verde colorida por óxido de níquel é chamada crisoprásio. Prásio tem cor verde-alho. Plasma é uma calcedónia de cor clara a verde-esmeralda que é encontrada às vezes com pequenos pontos de jaspe assemelhando-se a gotas de sangue; foi chamada de pedra-de-sangue ou heliotrópio.

A calcedónia é um dos poucos minerais que é encontrado em geodos. O termo calcedónia é derivado do nome em grego da antiga cidade de Calcedónio (Chalkedon), na Ásia Menor, no que é hoje a parte oriental da cidade turca de Istambul.

Ver Jóias

Coral

Bamboo-Rough-Coral-natural-red-raw-coral

Corais são animais cnidários da classe Anthozoa, que segregam um exosqueleto calcário ou de matéria orgânica, ao contrário das anêmonas-do-mar, que pertencem à mesma classe. Os indivíduos adultos são pólipos individuais ou coloniais e encontram-se em todos os oceanos.

Os corais podem constituir colônias coloridas e podem formar recifes de grandes dimensões que albergam um ecossistema com uma grandebiodiversidade e produtividade.

O maior recife de coral vivo encontra-se na Grande Barreira de Coral, na costa de Queensland, Austrália, que é considerado o maior indivíduo vivo daTerra. A maioria das espécies de coral que constroem recifes desenvolve-se em águas tropicais e subtropicais, mas podem encontrar-se pequenas colónias de coral até em águas frias, como ao largo da Noruega. Corais são muito utilizados para a fabricação de colares e outras jóias. Os corais vermelhos são especialmente usados.

 

Ver Jóias

Cornalina

Cornalina

A Cornalina é um dos membros mais abundantes e populares da família das Calcedôneas. A pedra, um tipo de Quartzo, é translúcida ou clara e aparece numa variedade de cores, indo do vermelho ao laranja, e, em alguns casos, até ao marrom escuro. A Cornalina está muito sintonizada com as energias da terra e ajuda-o sentir-se seguro e confortável em seu meio. Esta ligação com a terra faz uma conexão com o passado ou com eventos históricos.

Num certo sentido, a Cornalina partilha experiências passadas, abrindo caminho a novas experiências. A Cornalina influencia fortemente os órgãos de reprodução. A terra é muitas vezes usada como um símbolo de fertilidade e a pedra está sintonizada com a energia da terra. A literatura diz que é uma boa purificadora para o fígado e o sangue, e é excelente para a parte inferior das costas.

A Cornalina tem uma natureza estimulante, o que pode aumentar a motivação e fazê-lo conseguir maior sucesso na carreira ou em assuntos pessoais. Se uma situação parece estagnada, a pedra pode estimular pensamentos que acabarão por levá-lo a uma experiência mais enriquecedora e plena de desafios. Em outras palavras, ela o auxiliará a sair dos trilhos, e tentar novos rumos. A Cornalina também incentiva a curiosidade de uma maneira positiva, muitas vezes trazendo prosperidade e sempre reforçando a criatividade. Se usada no corpo, a pedra atua melhor como um pingente ou um fecho no cinto. Muitas pedras são esculpidas com esse propósito.

 

Ver Jóias

Granada

grossulaire-grenat-cristal

Granate (português europeu) ou granada (português brasileiro) (do latim granatus, um grão) é o nome geral dos membros de um grupo de minerais com habitus cristalino constituído por dodecaedros e trapezoedros. São nesosilicatos de fórmula geral, A3B2(SiO4)3. As diversas variedades de granada podem incorporar diversos elementos químicos na sua estrutura, principalmente cálcio,magnésio, alumínio, ferro2+, ferro3+, cromo, manganês e titânio. As granadas não apresentam clivagem, mas mostram partição dodecaédrica. A fratura é concoidal a desigual; algumas variedades são muito resistentes e são valiosas para finalidades abrasivas. A dureza das granadas encontra-se no intervalo 6,5-7,5 e a densidade (peso específico) está entre 3,1 e 4,3. O brilho varia entre vítreo e resinoso, podendo ainda ser transparentes ou opacas, conforme a presença ou ausência de inclusões. As granadas podem apresentar as seguintes cores: vermelho, amarelo, marrom,preto, verde, ou incolor.

 

Ver Jóias

Hematite

hematite988bis

Hematita ou hematite, do grego haimatites (Αιματίτης) = como sangue, isso porque, quando em pó, torna-se avermelhada, é um mineral de fórmula química Óxido de ferro III, (Fe2O3), sendo constituído por 70% de Ferro e 30% de Oxigênio.

É um mineral muito comum, sendo o principal constituinte do minério de ferro, possui brilho metálico e coloração preta, cinza, marrom, marrom avermelhado ou vermelho. A hematita ocorre em rochas ígneas, metamórficas, sedimentares, como granitos, sienitos, traquitos, andesitos, hematita quartzitos (em camadas com grande espessura) e ambiente hidrotermal.

As variedades são: “Bloodstone”, rosa de ferro, minério do Kidney, martita (pseudomorfose por oxidação da Magnetita), pintura (hematita com brilho especular), hematita irisada e titano-hematita. Os depósitos de hematita cinzenta são encontrados tipicamente nos lugares onde houver água parada ou fontes de água mineral quente, tais como aqueles em Yellowstone (EUA). O mineral pode ser encontrado fora da água ou no fundo de um lago ou outro lugar com água parada. No entanto, hematita pode também formar-se em ausência de água, como resultado da atividade vulcânica.

O mineral contém, às vezes, quantidades consideradamente grandes de titânio. É usada também como pigmento, material para polimento e como gema (variedade especularita), e quando recebe lapidação facetada é frequentemente chamada de diamante-negro.

 

Ver Jóias

Jade

Jade

 

Jade é um nome que era aplicado às pedras ornamentais que eram trazidas à Europa da China e da América central. Somente em 1863 se percebeu que o termo “jade” estava sendo aplicado a dois minerais diferentes. A jadeíta quase nunca é encontrada em cristais individuais e é composta dos cristais bloqueando microscópicos que produzem um material muito resistente. Nefrita é realmente um não-mineral, mas uma variedade da actinolita mineral.

A variedade de nefrita é composta de cristais fibrosos entrelaçados em uma massa compacta resistente. Outras variedades de actinolita são completamente diferentes da nefrita. A dureza do jade é notável. Tem uma resistência maior do que o aço e é posto para trabalhar por muitas civilizações adiantadas para machados, facas e armas. Estava mais atrasado que o jade se transformou uma pedra simbólica usada nos ornamentos e outros artefatos religiosos durante os éons.

O jade é valioso ainda hoje por sua beleza. Suas muitas cores são apreciadas, mas a cor verde-esmeralda que a jadeíta produz assim bem, que está sendo altamente procurado por coletores da arte-final. Este jade verde-esmeralda, chamado “jade imperial”, é colorido pelo cromo. Outras cores são influenciadas pelo ferro (verde e marrom) e o manganês é pensado para produzir as cores violetas. A nefrita é geralmente branco, verde e creme, quando a jadeíta puder ter a escala cheia de cores do jade. É usada nas medalhas olímpicas.

 

Ver Jóias

Jade Burma

jadeite-

Jade é um nome que era aplicado às pedras ornamentais que eram trazidas à Europa da China e da América central. Somente em 1863 se percebeu que o termo “jade” estava sendo aplicado a dois minerais diferentes. A jadeíta quase nunca é encontrada em cristais individuais e é composta dos cristais bloqueando microscópicos que produzem um material muito resistente. Nefrita é realmente um não-mineral, mas uma variedade da actinolita mineral.

A variedade de nefrita é composta de cristais fibrosos entrelaçados em uma massa compacta resistente. Outras variedades de actinolita são completamente diferentes da nefrita.

A dureza do jade é notável. Tem uma resistência maior do que o aço e é posto para trabalhar por muitas civilizações adiantadas para machados, facas e armas. Estava mais atrasado que o jade se transformou uma pedra simbólica usada nos ornamentos e outros artefatos religiosos durante os éons.

O jade é valioso ainda hoje por sua beleza. Suas muitas cores são apreciadas, mas a cor verde-esmeralda que a jadeíta produz assim bem, que está sendo altamente procurado por coletores da arte-final. Este jade verde-esmeralda, chamado “jade imperial”, é colorido pelo cromo. Outras cores são influenciadas pelo ferro (verde e marrom) e o manganês é pensado para produzir as cores violetas. A nefrita é geralmente branco, verde e creme, quando a jadeíta puder ter a escala cheia de cores do jade. É usada nas medalhas olímpicas.

Ver Jóias

Lápis Lazúli

tumbled-lapis-lazuli

Lápis-lazúli, conhecido também como lápis azul, é uma rocha metamórfica de cor azul utilizada como gema ou como rocha ornamental desde antes de 7000 a. C. em Mehrgarh, na Índia, situado nos dias de hoje no Paquistão. A sua cor, azul-escura e opaca, fez com que esta gema fosse altamente apreciada pelos faraós egípcios, como pode ser visto por seu uso proeminente em muitos dos tesouros recuperados dos túmulos faraônicos. É ainda extremamente popular hoje. Trata-se de uma rocha, e não de um mineral, já que é composto por vários minerais. A primeira parte do nome, lapis, em latim, significa pedra. A segunda parte, lazúli, é a forma genitiva no latim de lazulum, que veio do árabe (al)- lazward, que veio do persa لاژورد, lāzhward, que veio do sânscrito Raja Warta, significando “anel”, “vida do rei”. Lazúli era originalmente um nome, mas logo veio a significar azul por causa de sua associação com a pedra. A palavra em inglês azure, o azul espanhol e português e o azzurro italiano são cognatos.

Veja as peças que temos com esta pedra:

Ver Jóias

Ónix

pde-produtos-onix-branco-2-400x400

O Ónix era uma das mais importantes pedras de adorno e de uso terapêutico na Antiguidade. Vários povos o tinham a pedra como amuleto forte e poderoso. Os romanos consideravam-no pedra de proteção. Os gregos acreditavam em poderes que a pedra tinha sobre o parceiro amoroso. O ônix está entre os amuletos mais utilizados pelos indianos contra magia negra e bruxaria.

O nome deriva do grego onyx (unha), porque se pensava serem as unhas de Vênus, cortadas por Cupido, que caíam sobre a Terra.

Ver Jóias

Ónix Verde

onix_verde_irani

O Ônix era uma das mais importantes pedras de adorno e de uso terapêutico na Antiguidade. Vários povos o tinham a pedra como amuleto forte e poderoso. Os romanos consideravam-no pedra de proteção. Os gregos acreditavam em poderes que a pedra tinha sobre o parceiro amoroso. O ônix está entre os amuletos mais utilizados pelos indianos contra magia negra e bruxaria.

O nome deriva do grego onyx (unha), porque se pensava serem as unhas de Vênus, cortadas por Cupido, que caíam sobre a Terra.

Ver Jóias

Pérola

Perola2-800x768

Uma pérola (também designada por margarita) é um material orgânico duro e geralmente esférico produzido por alguns moluscos, as ostras emexilhões, em reação a corpos estranhos que invadem os seus organismos, como vermes ou grãos de areia. É valorizada como gema e trabalhada em joalharia. A pérola é envolvida naturalmente em nácar e bicarbonato de cálcio produzidos pela ostra.

Ver Jóias

Quartzo Dendrite

dendritic-quartz

A Quartzo Dendrite é um cristal que se desenvolve com uma forma típica de árvore multi-ramificação. crescimento de cristal dendrítica é muito comum e ilustrado por padrões de formação e geada floco de neve em uma janela. cristalização dendrítica forma um padrão natural fractal. cristais dendriticas podem crescer em um líquido puro ou super-arrefecida de formar instabilidades de crescimento que ocorrem quando a taxa de crescimento é limitado pela velocidade de difusão dos átomos de soluto na interface. Neste último caso, tem de existir um gradiente de concentração a partir do valor supersaturada na solução para a concentração em equilíbrio com os cristais na superfície. Qualquer protuberância que se desenvolve é acompanhado por um gradientes de concentração mais íngremes em sua ponta. Isto aumenta a velocidade de difusão para a ponta. Em oposição a isto é a acção da tensão superficial que tende a aplanar a protuberância e a criação de um fluxo de átomos de soluto a partir da protuberância para fora para os lados. No entanto, globalmente, a protuberância fica amplificado. Este processo ocorre uma e outra vez até que uma dendrite é produzido.

O termo “dendrite” vem da palavra grega, que significa “árvore”.

Ver Jóias

Quartzo Fumado

quartzofumado

Quartzo fumado (no Brasil, quartzo fumê ou quartzo enfumaçado) é uma variedade de quartzo de cor castanho claro a negro. Estas cores devem-se a radiações emitidas por minerais radioactivos ou ainda à presença de matéria orgânica. Quando aquecido pode converter-se em citrino. Na Antiguidade, julgou-se que esta variedade de quartzo continha fumaça no seu interior daí o seu nome. Durante séculos foi uma das pedras preciosas mais talhadas e procuradas, mas hoje em dia é uma gema magica. O maior produtor mundial desta gema é a Suíça, destacando-se também Brasil, Madagascar, Rússia, Escócia e Ucrânia.

 

Ver Jóias

Quartzo Rosa

quartzo_rosado_G

Quartzo rosa ou Quartzo róseo é um tipo de quartzo, que tem uma tonalidade cor-de-rosa clara (mais luminosa e brilhante). A cor deve-se geralmente a uma quantidade pequena de impurezas de titânio no material maciço e, como tal, raramente se encontra na forma de cristal. A verificar-se, a sua cor deve-se a um fosfato e não a uma impureza. Os primeiros cristais foram encontrados na pegmatite, encontrada próximo a Rumford, Maine, EUA, mas a maioria de cristais no mercado vêm de Minas Gerais, Brasil.

Não é muito popular como gema facetada porque sua cor cor-de-rosa é frequentemente demasiado pálida e as pedras são sempre fuscas, e tenham, muito frequentemente, falhas grandes. Quando o quartzo cor-de-rosa é cortado em cabochons, ou arredondado em grânulos para colares ou esculpido, torna-se de longe mais eficaz.

Pedra é símbolo do signo de Touro. É também o símbolo do amor.Os exemplares mais apreciados pelos coleccionadores são os cristais quase transparentes(diz-se quase porque a sua transparência nunca é total) que no mercado chegam a atingir preços elevados.O quartzo rosa é a variedade mais valiosa dos quartzos translúcidos.Os exemplares mais espectaculares vêm de Madagáscar,aí encontram-se os melhores exemplares incluindo os cristais quase transparentes,contudo a produção do Brasil é mais abundante.

 

Ver Jóias

Rodocrusita

rhodochrosite-argentina-dsc07495

A rodocrosita ou rodocrosite é um mineral constituído por carbonato de manganês, com composição química MnCO3. Descoberta em Cavnic,Maramureş, Roménia, em 1813. O seu nome deriva da palavra grega para cor-de-rosa. Este mineral forma séries isomórficas com a siderita e com a calcita. O manganês pode ser substituído por cálcio, magnésio e zinco na estrutura cristalina. Tem uma cor rosa-vermelha, traço branco e a sua dureza varia entre 3.5 e 4.5 na escala de Mohs. Cristaliza-se no sistema trigonal. Apresenta clivagem típica dos carbonatos, romboédrica, perfeita e em três direcções. Muitas vezes confundida com a rodonita, apesar de ser muito menos dura que esta.

 

Ver Jóias

Turquesa

azul-turquesa

 

Turquesa é uma gema geralmente entre a cor ciano e o verde, gerando a cor homônima. As variedades mais caras são a “robin’s egg blue,” (cor azul do céu). As inferiores são esverdeadas. A turquesa que se desvanece na cor é também inferior. A turquesa é um fosfato de alumínio com pequenas quantidades de cobre e ferro. A gema é apenas ligeiramente mais dura do que o vidro.

Em épocas antigas, turquesa foi usada pelos egípcios e foi retirada por eles na Península do Sinai. Existem depósitos importantes no Irã perto de Nishapur e também no sudoeste americano. A turquesa era considerada a pedra nacional da Pérsia e usada intensamente na decoração de objetos. A turquesa é usada por artesãos nativos americanos especialmente os trabalhadores em metais da tribo de índios Navajos da América do Norte. O material vívido encontrado no Arizona é conhecido como Bisbee Blue. Turquesa também é usada na camiseta do time de futebol inglês Chelsea, sendo uma das cores mais famosas em relação ao uniforme no mundo.

A turquesa, juntamente com o coral, é usada extensivamente em joalheria no Tibete e na Mongólia. A turquesa é encontrada na China e retirada das minas para venda a outros países, mas não é usada em joalheria. Algumas esculturas são feitas da mesma maneira que esculturas com jade

Ver Jóias